De olho em Rio das Ostras-RJ

De olho em Rio das Ostras-RJ

domingo, 30 de março de 2014

O Que é e Quais são as Atribuições da COMFIS de Rio das Ostras?.

Sr. Carvalhinho Chefe Geral de Fiscalização da COMFIS-Foto:De Olho em Rio das Ostras.
Com o objetivo de esclarecer dúvidas da população de Rio das Ostras quando
O assunto é reclamação de vários tipos de incômodos como: carros de som com propaganda, Igrejas barulhentas, ambulantes mal educados, falta de higiene num estabelecimento comercial, boates que perturbam a vizinhança e outras reclamações que nem sempre os moradores sabem a quem recorrer “De Olho em Rio das Ostras” foi até a Coordenadoria Municipal de Fiscalização (Comfis) Conversar com Chefe geral de fiscalização que acumula também o cargo de Subsecretário de Postura de Rio das Ostras, Senhor Carvalhinho como é mais conhecido em toda cidade que falou das principais atribuições da COMFIS:

“As atribuições da COMFIS são pertinentes a todo tipo de fiscalização de toda e qualquer atividade econômica instalada no município”.
“Restaurantes, supermercados, farmácias, pousadas, hotéis, Padarias, enfim em qualquer atividade econômica fixa ou ambulante da qual recebemos algum tipo de reclamação quanto ao seu funcionamento seja do ponto de vista legal, fiscal ou de higiene temos equipes de fiscalização que funciona 24 horas ininterruptamente para atender os casos mais urgentes ou quando o caso não for de super urgência encaminhamos funcionários ao local e notificamos em primeira instância e no caso de reincidência poderá ocorrer até o encerramento da atividade por tempo determinado ou em caso grave até definitivo”  

“Em casos específicos que se faz necessário pedimos o apoio da guarda municipal já que o contingente policial na cidade ainda é reduzido apesar de já melhorado consideravelmente e aguarda municipal nos atende prontamente, mas na maioria das vezes agimos somente com o nosso pessoal da fiscalização mesmo, que demonstra total dedicação e isso facilita bastante o nosso trabalho”.
 “O nosso efetivo de fiscais ainda não é o ideal, no momento estamos com dezesseis fiscais que se revezam numa escala de 24 por 72 horas e sabemos que para uma cidade com a população de Rio das Ostras não é um número suficiente, mas por outro lado compreendemos a posição do Prefeito Sabino  em não aumentar a folha de pagamento, mas no que depende da vontade do Prefeito é triplicar esse número de fiscais, mesmo porque no caso de fiscal não pode ser contratado, depende de concurso público”.
“O nome da COMFIS tem estado em evidência devido ao empenho e dedicação desses servidores, até atuando em casos pontuais como aconteceu durante as cheias que ocorreram na cidade há uns tres meses atrás”.

“Recebemos reclamações de representantes de Igrejas que alegam que alguns fiscais estariam perseguindo algumas entidades no que diz respeito a panfletagem na cidade e nós queremos esclarecer que daremos toda informação necessária para a liberação de panfletagem cujo procedimento é totalmente grátis, bastando para isso um documento do responsável, modelo e quantidade dos panfletos a serem distribuídos e essa autorização é válida por seis meses”.
  “À propósito, na próxima segunda feira, 31 de março teremos um encontro com todos os representantes das Igrejas de Rio das Ostras ás 10:30 hs na Câmara Municipal o qual contará com a presença do Prefeito Sabino. Esse encontro vai reunir as equipes técnicas da Vigilância Sanitária e do Confins que vão apresentar aos presentes as exigências básicas da Legislação que devem ser seguidas onde estaremos orientando a todos no sentido de legalizarem alvarás e  cumprirem todas as normas e após esse encontro a fiscalização será feita de maneira mais rígida para que sejam cumpridos todos os requisitos  para o bom funcionamento dessas entidades”.
Para maiores esclarecimentos liguem para telefone 22-27606891.

  O Chefe Geral de Fiscalização da COMFIS Carvalhinho e as suas considerações finais:
“Pedimos à população que nos ajude a fiscalizar, mas com informações precisas, se for o caso de Igrejas ou bares que importunam com som alto Comunique a COMFIS com precisão, dias e possíveis horários de maior incidência para que possamos tomar as providências”.
“Com relação ao nosso trabalho gostaria de pedi que respeitem os nossos fiscais, porque tem ocorrido muito de forma desagradável no cumprimento do nosso dever estamos apreendendo muitas carteiras de identificação de ambulantes  por não estarem cumprindo porque eles não estão querendo obedecer as regras, não é porque é festa que muda a legislação, tem que obedecer a distância do comércio estabelecido, tem que usar uniforme, tem que está usando o boné ou a touca se for ocaso de manipular alimentos, o atestado de saúde, tudo isso está escrito, não estamos inventando nada, então pelo fato de ser um momento festivo, não podemos relaxar, não podemos deixar que seja de qualquer maneira”.
“O que eu peço ao pessoal que sigam as normas para não virem depois se fazerem de vítimas e dizerem que foi intolerância da fiscalização” .
Fazemos um apelo pra esse pessoal que trabalhem com dignidade e que atendam com respeito não só os turistas, mas toda a população moradora de Rio das Ostras e pedimos aos jovens para evitarem drogas, os excessos de álcool, não joguem lixo nas ruas e que nos ajudem a deixar uma boa imagem para todos aqueles que nos visitam, Boa festa pra todo mundo e bons negócios”. Finalizou Carvalhinho.     


Rio das Ostras Abre os Braços para Receber um dos Maiores Encontros Internacionais de Motociclistas, o OstrasCycle-2014.

 Em seu terceiro dia, um dos maiores eventos do gênero no País em número de participantes e atrações, a XIX Edição do Ostrascycle-2014 registrou o maior número de inscrições por parte dos motociclistas e mais de seiscentos Motoclubes de diferentes municípios do Rio de Janeiro, estados brasileiros e do Paraguai já haviam feito o seu credenciamento.


No sábado à tarde, hotéis e pousadas da Cidade contabilizam 95% de ocupação. Segundo a secretária de Turismo, Carla Ennes, a atual edição vem sendo muito elogiada pelos participantes, tanto por sua infraestrutura como pelas atrações. Entre essas, shows musicais, museu de motos, provas e exibições esportivas e, pela primeira vez, o Salão Cycle Road, reunindo tendências da indústria automotiva.
“O Ostrascycle traz um público que realmente consome na Cidade, movimentando a economia local. A nossa equipe está fazendo uma pesquisa junto aos participantes do evento e, pelo que pudemos constatar até o momento, os shows musicais foram considerados de excelente qualidade e o Salão Cycle Road também ganhou muitos elogios”, afirma Carla Ennes.
Quem também marcou presença no Ostrascycle o no XIX Internacional de Motociclistas, foi o Motoclube Águias de Cristo do Rio de Janeiro cujo Presidente não poupou elogios a organização do evento:

O Presidente do Motoclube de Maricá Águias de Cristo pela terceira vez participando de evento também elogiou a Organização do OstrasCycle-2014 e prometeu voltar nos anos seguintes: 



 À tarde do sábado reuniu apresentações diversas como as do Globo da Morte, Bike Trial e Moto Trial. Quatro pilotos levaram ainda mais adrenalina ao evento com as performances no Globo da Morte, que exige muito treinamento e concentração. O desafio é rodar pela estrutura metálica em forma de esfera sem cair ou causar acidentes. Mas o aplauso e a emoção da plateia compensam todo o esforço.

As arquibancadas da Arena de Eventos Esportivos ficaram lotadas para uma nova exibição de Bike Trial, com a participação dos premiados Diogo Magno e Cris Santos. Em seguida, o espanhol Jordi Pascuet, considerado um dos melhores do mundo na modalidade Moto Trial, mostrou toda a sua habilidade no Ostrascycle. Alguns corajosos voluntários aceitaram deitar no chão da arena para servir de obstáculo às manobras do piloto.

Já anoitecia quando foi iniciado o Desafio Internacional de Trial Indoor na Arena de Eventos. Grandes nomes do Moto Trial da América Latina, representando o Brasil, El Salvador, Guatemala e Venezuela, participaram da competição que exige controle absoluto da moto e um equilíbrio fantástico, sem falar na coragem para vencer a altura e outros obstáculos.
Prefeito Sabino e esposa - Foto:De Olho em Rio das Ostras
De Olho em Rio das Ostras ouviu o Prefeito Sabino que convidou o povo para a festa das duas rodas:

             Veja um pouco da estrutura montada pela Revolution Produtora de Eventos e a movimentação da tarde desse sábado 29/03:

A programação continua nesse domingo, com apresentações de Bike Trial, Globo da Morte e atrações musicais no palco da Avenida Roberto Silveira com as bandas Apotherock, Ice’n Fire e Cabeça de Quatro agitando o público.

Atrações musicais:

Domingo – 30/03
Shows
15h – Apotherock
17h – Ice n’Fire
19h – Cabeça de Quatro

Apresentações:
15h – Bike Trial
16h – Moto Trial
17h – Globo da Morte
                                  Clique aqui pra ver mais fotos do evento.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Prefeitura de Rio das Ostras Retoma o Programa de Regulamentação Fundiárias e Famílias Comemoram Regularização de Posse de seus Imóveis.


                                                                 Foto:De Olho em Rio das Ostras.

Dando continuidade ao Programa de Regulamentação fundiárias da Prefeitura da cidade de Rio das Ostras, após anos de luta, mais 108 famílias do bairro Liberdade puderam comemorar na noite desta quarta, 26, a regularização de posse de suas casas ao receberem das mãos do Prefeito Sabino e do Vereador Robinho, que representou os seus colegas de bancada na Câmara,  o Titulo de Legitimação em evento realizado no Colégio Municipal Professora América Abdalla no bairro Nova Esperança .

A regularização beneficiou mais de 350 moradores. A regularização torna oficial a propriedade do terreno que, a partir de agora, pode ser vendido e deixado como herança.
                                             Foto:De Olho em Rio das Ostras.

As famílias cadastradas no Programa de Regularização Fundiária recebem o título de legitimação de posse após os procedimentos adotados pelo Município, que incluem a demarcação urbanística, o encaminhamento ao cartório e o cadastramento socioeconômico.

Para a regularização do imóvel, a legislação define alguns critérios, como sua localização em área de interesse social, benefício a pessoas de baixa renda e tempo de posse de pelo menos cinco anos. 
                                                    Foto:De Olho em Rio das Ostras.
O Sr.Paulo Roberto do Patrocínio Junior Coordenador do Programa Regulamentação Fundiário parabenizou as famílias beneficiadas:

“Quero dizer que é um privilégio para a cidade de Rio das Ostras, nesse ato Solene de entrega de 108 títulos de propriedade aos moradores da Liberdade Prova o entusiasmo do Prefeito Sabino, a seriedade do Prefeito Sabino com Relação a moradia  quero parabenizar a todos e fazer um agradecimento especial a Secretária Rose dos Santos do Bem estar Social que não mediu esforços para que tudo isso fosse possível”.
 
                        Foto:De Olho em Rio das Ostras.
O secretário de Planejamento, Urbanismo e Habitação, Maurício Pinheiro, lembrou a implantação do programa, em 2002. “Aquele trabalho, iniciado há 12 anos, está dando frutos. E vamos ampliar o programa para que mais famílias sejam beneficiadas”, disse. 

O Programa de Regulamentação Fundiárias, que tem como base a Lei Federal 11.977, de 2009, já beneficiou aproximadamente 600 famílias. O objetivo é atender a todos os moradores que estejam na mesma situação. Com o título de propriedade, os moradores passam a ter todas as garantias legais necessárias, para transações comerciais.
                                              Foto:De Olho em Rio das Ostras.

Em seu discurso o Prefeito Sabino destacou:

 “Falta atender a muita gente ainda. Vamos continuar trabalhando para entregar novos títulos. Peço que valorizem o título que estão recebendo hoje. Queremos que todos que moram nessa cidade, principalmente o trabalhador mais humilde, tenham a tranquilidade de saber que moram no que é seu”.

“Convido a todos aqui a amarem essa Cidade. Estamos fazendo uma declaração de amor por cada um de vocês, que são o povo de Rio das Ostras que agora no dia dez de abril vai comemorar 22 anos é uma criança”.

“Mas apesar de muito jovem Rio das Ostras continua acolhendo a todos que vem pra ela e tem que atender a todas as demandas como qualquer município mais antigo como Cabo Frio com mais de quatrocentos anos ou Macaé com mais de duzentos anos”.

“Por todas as dificuldades que nós temos, por todas as dificuldades que tenhamos Rio das Ostras é um município próspero”.  

“Tem uma questão em Rio das Ostras que é comum a todos os municípios da região, como Cabo frio, Arraial do cabo, Araruama que é uma coisa chamada Especulação imobiliária”.

“Quanto vale um terreno hoje em Rio das Ostras independente do bairro, Principalmente se ele tiver escritura e será que um trabalhador pobre, que trabalha duro para cumprir as suas obrigações com a família consegue comprar esse terreno?”

“Muitos moradores dessa cidade que ainda moram de aluguel por não conseguir ter o seu terreno pra fazer sua casa, tudo isso graça a supervalorização da terra que nega ao trabalhador o direito de ter a sua propriedade”

“De modo preconceituoso e discriminatório esses moradores são chamados de invasores e o poder público tem que se articular, tem que se empenhar  para regularizar a situação desses moradores que por décadas e décadas vem sofrendo ameaças e volta e meia aparece um advogado com um papel na mão
“Para ameaçá-los, querendo tirá-los de suas casas, afastá-los da sua propriedade”.  

“Cabe ao Poder Público realizar esse ato para devolver a paz e a tranquilidade  pra voces e não é simplesmente um Programa de Regulamentação Fundiária, na verdade nós estamos fazendo hoje aqui uma declaração de amor, não apenas pela cidade, mas por voces, pela a gente riostrense, porque voces são sim e mesmo aqueles que não querem ser, voces são o povo de Rio das Ostras”.

No final do discurso De Olho em Rio das Ostras quis saber do Prefeito o quanto é gratificante para um governante realizar o maior sonho de um povo a sua casa própria:

                                     Clique aqui para ver mais fotos do evento

domingo, 23 de março de 2014

Doutores da Arte, um Projeto pra Fazer Rir Feito por Voluntários que Levam o Ser Humano à Sério!

                                                                                           Foto:Divulgação



Um Projeto pioneiro na Região dos Lagos Chamado “Doutores da Arte” que começou a sua atividade na Cidade de Rio das Ostras no ano de 2008, executa um trabalho voluntário e de utilidade pública no Hospital Municipal de Rio das Ostras.
Levando alegria, humor, diversão e à cima de tudo otimismo o grupo tem contribuído para a melhora de pacientes que precisam de um alento e/ou um carinho, um afago para superar períodos de enfermidades, que muitas vezes, podem ser breve como demorados e pior ainda quando a cura não lhe é garantida.
Junto com o Projeto “Doutores da Arte” veio outro para desenvolver trabalhos ligados à saúde da mulher chamado “Doutoras Palhaças” que incentiva ações do tipo: Campanha de amamentação, Prevenção do Câncer de Mama,Papa Nicolau e muitas outras atividades.
De Olho em Rio das Ostras foi até o centro de Rio das Ostras, mas precisamente na Praia do Centro conhecer melhor como vivem os membros, o que fazem e quem são esses voluntários que dão muito de si para obterem um gratificante sorriso de volta.
 

A estudante Marcia Borges (Doutora Palhaça Maria Flor) do curso de Serviço Social da Universidade Federal Fluminense de Rio das Ostras e fundadora dos dois Projetos nos recebeu no Café Temático Paradiso, um lugar super Aconchegante e muito bem frequentado, para uma conversa juntamente com outras integrantes dos grupos, Ellen Espindola, (Doutora Palhaça Lilica) Annah Miller (Doutora Palhaça Palhacita), Amanda Peçanha (Doutora Palhaça Amora) e Noemi Oliveira (Doutora Palhaça Dó Ré MI) nos contou como tudo começou:

“Desde a minha infância e depois que eu comecei na Escola Nacional de Circo no Rio de Janeiro com outros amigos nós já fazíamos acompanhamentos em orfanatos e alguns hospitais e eu sempre acompanhei o trabalho dos Doutores da Alegria também do Rio”

“Quando eu vim para Rio das Ostras e vi que aqui não tinha esse projeto a gente resolveu implantar junto com uns amigos e um padrinho Dr. Ivo Saldanha que era psiquiatra no Pronto Socorro nos ajudou muito”.

“A Pediatria em Rio das Ostras era dentro do Pronto Socorro e as crianças ficavam à mercê de tudo que se passava na saúde de Rio das Ostras”.

“Nós começamos fazendo palestras na recepção do Pronto Socorro isso no final do ano de 2008”.
“Eu por ser aluna do ensino social e isso coloca a gente como garantia de direitos para o cidadão”.
“A trupe Doutores da Arte tem a vertente na questão do meio ambiente e o meu personagem se chamar Maria Flor”.

“A intenção dos “Doutores da Arte” dentro do hospital é fazer toda a questão de ver o paciente resgatar a melhora rápida”.

“Está comprovado cientificamente que se o paciente ficar naquele marasmo ali ele vai continuar no marasmo e a doença vai cada vez mais proliferando, entrando em depressão por está num ambiente que só tem medicamentos, tem múltiplas falências e o paciente fica sem expectativa e quando chega alguém com uma intervenção como as palhaças fazem, como nós fazemos é comprovado cientificamente a melhora tá no psíquico do paciente e principalmente nas crianças, alivia a dor momentaneamente”.

“O Grupo “Doutores da Arte” conta também com a participação do André Guimarães, Palhaço Paçoca; Tetê, Doutora Palhaça Palhasurda; Jane Freitas, Doutora Palhaça Historieta”.
   
“O Grupo Doutoras Palhaças foi criado em 2013 e tem a participação  exclusivamente feminina e está voltada para ajudar as campanhas ligadas diretamente a mulher”.

De Olho em Rio das Ostras quis saber também como se conheceram e como formaram o atual grupo.

Marcia Borges(Doutora Palhaça Maria Flor  fala como e porque resolveu fazer esse trabalho voluntário:
“De formação eu sou Química e depois fiz Engenharia, mas eu saí desse ramo porque esse trabalho me chamou mais atenção ainda e eu resolvi fazer Serviço Social porque as Palhaças tem esse viéz de intervenção sociopolítico que encara  esse caráter metodológico da garantia do direito do cidadão”.


A Ellen Espindola (Doutora Palhaça Lilica) é Atriz e Palhaça, foi à primeira das palhaças presentes no Café Paradiso a falar da sua integração que começou segundo ela por admirar no Facebook o trabalho e fotos que a Marcia Borges postava:

“Na minha juventude eu fiz muito teatro pra ganhar dinheiro mesmo e eu animava festas e fazia muito teatro infantil porque eu ganhava dinheiro assim” .
“Trabalhava com palhaço porque tinha uma peça com palhaço eu não era a palhaça era a bruxa, mas tinha palhaço na peça,  depois eu até esqueci isso.
Eu conheci a Marcia por termos amigos em comum começamos a ver as coisas uma da outra e eu comecei a curtir e achar o trabalho dela lindo demais, e conscidiu que eu estava buscando algum trabalho voluntário  pra fazer, então esse projeto se encaixou perfeitamente com eu procurava então nos encontramos e eu  disse a ela é isso que eu quero fazer”.
“Ela nos deu uma oficina pra mim e pra Annah que começamos juntas e depois tivemos mais oficinas no Rio e foi assim que eu entrei”.
“Esse trabalho não é só importante para quem recebe é importante pra nós também, porque serve pra gente como uma terapia, quando encaramos de perto esses problemas de saúde e sabemos que algumas daquela pessoa não vão sair dali serve para vermos que os nossos próprios problemas como mínimos”.


Annah Miller (Doutora Palhaça Palhacita) publicitária na área de Propaganda e Marketing de profissão fala como entrou para o Grupo:
“Vou falar um pouco de mim e como eu conheci a Marcinha que foi através de um amigo publicitário que inclusive é o responsável pela a nossa logo o Marcelo Monteiro”.

“No momento eu não estava trabalhando, eu sempre fiz trabalhos voluntários no Rio, eu já fui da Suipana, já ajudei animais abandonados, já fui do Lions também, e aqui em Rio das Ostras eu estava sem fazer nenhum trabalho desse tipo e quando eu vi o trabalho da Marcia que eu já conhecia, eu sempre dizia à ela que assim que tivesse um tempo ia fazer esse trabalho com ela e quando eu parei de trabalhar eu a procurei pra conversarmos e coincidentemente no dia faltaram algumas pessoas nesse dia e eu coloquei o nariz e encarei, resolvi que queria fazer isso e corri atrás das oficinas e eu e a Ellen começamos no mesmo dia”.


Noemi Oliveira(Doutora Palhaça Dó Ré Mi), a musicista do grupo fala como conheceu a Marcia que a convidou para fazer parte desse harmonioso grupo:

“Então eu conheci a Marcia e ela gostou do meu trabalho musical de
 MPB  e ela estava precisando de alguém pra tocar no grupo e eu achei muito interessante o convite, muito legal”.

“Fui ao Hospital no dia 25 de dezembro em pleno Natal e pude ver as carências das pessoas e como preenche esse trabalho na vida das pessoas e é muito interessante a gente poder ajudar as, pessoas dessa forma”
“Todo mundo quer melhorar o mundo, Mas se gente melhorar o mundo ao nosso redor a gente já faz bastante coisa”.

“Eu estou muito feliz é um trabalho muito edificante, é um trabalho que merece crédito”.

Amanda Peçanha( Doutora Palhaça Amora),  a mais nova no grupo fala como conheceu o Grupo:

“Eu sou a mais recente e cheguei ao Grupo através da Anna Miller que já conheço há alguns anos”.
“Eu sempre tive muito dom com criança, na verdade eu nunca deixei de ser criança porque eu brinco até hoje o tempo todo”.

“O dia que me despertou que eu podia fazer esse trabalho voluntário foi com a Annah no Facebook  e vim conversando e ela me orientou bastante”.

Tem que saber chegar no hospital, porque as pessoas estão no momento de dor, estão fragilizadas e as vezes uma brincadeira pode assustar”.

“A família também muito fragilizada, então tem que haver um cuidado com que se fala, da maneira que se porta, tem que ter todo carinho especial tem que ter amor”.
“Pra resumir eu acho que não faço nada demais eu só devolvo para as pessoas o que eu recebo de bom na minha vida, então eu vejo como uma coisa que todo mundo deveria fazer”.


Pra finalizar Marcia Borges chama à atenção para uma campanha de Doação de Sangue que o Grupo Doutoras Palhaças vai promover no dia 10 de abril na UFF de Rio das Ostras.

sábado, 22 de março de 2014

Rio das Ostras promoveu a 3ª Conferência Municipal do Orçamento Participativo Jovem.

                                               Foto:De Olho em Rio das Ostras 
A Prefeitura de Rio das Ostras promoveu nesta quinta, 20 de março de 2014, a 3ª Conferência do Orçamento Participativo Jovem, que reuniu cerca de 350 estudantes que lotaram o Centro Esportivo Chico Leite, que fica situado no bairro Village.
. A cerimônia de abertura contou com a participação do prefeito Sabino, do secretário do Planejamento, Urbanismo e Habitação Maurício Paraguassu, o Subsecretário Vladimir Paschoal, o Coordenador do Orçamento Participativo Heraldo Modesto, a Secretária de Educação Andrea Machado de Carvalho, a Presidente do Programa do Orçamento Participativo Jovem Bruna Soares Monteiro na composição da mesa de honra, além de Secretários, subsecretários, funcionários Públicos e representantes da sociedade civil e pais de alunos.
O evento contribuiu para que a juventude representada pelo os alunos possa contribuir para a construção de uma gestão pública.


O Prefeito fez questão de apresentar uma equipe de colaboradores diretos de diversas áreas da sua administração presentes no Ginásio como forma de estreitar o contato entre os adolescentes e o Poder Municipal.


Em seu discurso o Prefeito O prefeito Sabino destacou a importância da atuação dos jovens para melhorar os quadros políticos no País e incentivou-os a se interessar pelo serviço público. “Daqui sairão engenheiros, médicos, professores, políticos”.
 “É fundamental que vocês aprendam a administrar a Cidade agora. Isso influi no controle e na qualidade dos governantes”.

“Voces podem já administrar a cidade já e se voces aprenderem um pouco sobre orçamento voces vão dar um salto enorme porque voces saberão fazer a crítica correta”.  

“Não resolve fazer aquela crítica em que a pessoa tem a argumentação toda errada, a pessoa não sabe o que está falando por não ter conteúdo”.
“ Quando acrítica é fundamentada quando a pessoa tem conhecimento pra fazer a crítica essa crítica produtiva e o governante a prestar a atenção na crítica e resolver o problema”. Ressaltou o Prefeito  

De Olho em Rio das Ostras perguntou ao Prefeito como ele ver a participação direta dessa juventude que debate, questiona e ao mesmo tempo quer soluções para os seus problemas no seu governo:


 Esse é o objetivo do Orçamento Participativo Jovem de Rio das Ostras que contou com a participação de alunos das unidades municipais, estaduais e particulares - do 7° ano do Fundamental ao 3° ano do Ensino Médio. 
Os debates foram organizados em cinco eixos temáticos: Representação Juvenil e Mercado de Trabalho; Educação e Cultura; Mobilidade, Acessibilidade e Infraestrutura; Tributos e Orçamento; e Saúde, Ambiente e Esporte e Lazer. Após debates, os estudantes elegeram as prioridades de investimento nas áreas definidas.
  Para o secretário de Planejamento, Urbanismo e Habitação, Maurício Pinheiro, o Orçamento Participativo Jovem abre espaço para a diversidade e as novas ideias da juventude.
                                                                   Foto:De Olho em Rio das Ostras
Bruna Soares Monteiro, Presidente da Gestão 2012-2013 do Orçamento Participativo é uma jovem de apenas 14 anos incompletos que estuda no período da tarde na Escola Cidade Praiana e apesar da notoriedade do seu cargo não perde a simplicidade e o foco dos seus objetivos como líder que é a liberdade de expressão e destacou a importância da Conferência para que o jovem possa colocar as suas ideias e em seu breve discurso destacou:

 “Hoje podemos falar abertamente sobre tudo que precisamos, que legal o que a gente está vivendo aqui, nós temos a nossa liberdade que o Prefeito e os Secretários nos dão”.

“Esse espaço é para nós porque não queremos que nos digam o que queremos nós temos que participar”.

“Eu preciso agradecer o nosso Prefeito Sabino, nossa Primeira Dama Rose, aos Secretários Maurício e Vladimir, a Secretária de Educação Andrea e A toda equipe do Orçamento Participativo: Heraldo Modesto, Carol Lopes, Caíque e o Josias”.
“Quero agradecer a diretora da minha escola senhora Ana Paula Viana e a todos os conselheiros, aproveitem e um bom dia a todos”.

De Olho em Rio das Ostras conversou com a Bruna que falou com Entusiasmo desse evento que foi criado para ouvir o jovem:


                                           Foto:De Olho em Rio das Ostras.
A Secretária de Educação Andrea Machado de Carvalho falou desse momento que tem que ser bem aproveitado pela a juventude estudante:

“A oportunidade que temos aqui não é natural, acho que em alguns momentos quando converso com os alunos é fato que esse espaço que é colocado pra voces e nos outros encontros que voces vem realizando, de maneira ordeira em que voces são contemplados, são ouvidos, acredito que é uma grande oportunidade porque no Brasil nem todos os  jovens como voces tem a chance de ter acesso a cultura educação, ao esporte como voces tem encontrado aqui em Rio das Ostras”

“Também nos chama a atenção esse espaço de participação que o ano passado foi com aquele movimento todo nas ruas do Brasil e ficou cultuando e mostrando pra gente que somos gestores públicos essa demanda de participação popular e hoje voces tem a oportunidade de estarem aqui se colocando, como a Bruna Soares falou Prefeito e Secretários e todo o Staff atentos ao que a juventude quer”.

“Como bem disse a aluna Bruna voces não querem que ninguém fale por voces, então que voces se coloquem se sintam á vontade de opinar sobre tudo aquilo que deve falar e fazer”.  

“Como eu estava falando de movimento há várias formas de participar e a forma melhor de participar é através de diálogo, do diálogo responsável, aonde todos os pares envolvidos se respeitem”.

"Desejo a todos um ótimo dia de trabalho e quero deixar aqui um agradecimento especial ao Heraldo Modesto pela maneira que o Orçamento Participativo tem entrado nas escolas de uma maneira tranquila, ordeira também e tem motivado toda essa demanda, parabéns a todos e ao Prefeito Sabino”.Finalizou a Secretária.


A médica Viviane Reis, coordenadora do Programa de Saúde do Adolescente, esclareceu dúvidas sobre a vacina contra o HPV. A Conferência definiu também os novos conselheiros, que representarão os alunos das escolas no biênio 2014-2015.

Grupo Cultural AfroReggae, organização que luta pela transformação social pela cultura e pela arte promoveu um debate sobre a violência o que ampliou a visão dos jovens que estiveram presentes ao evento que tiveram a oportunidade de participar com suas opiniões nas questões da administração pública e também puderam presenciar depoimentos verdadeiros de pessoas que prestaram conta com a justiça.

 “Nossa ideia é mostrar que é possível um mundo de paz e buscar um caminho que não seja o da guerra”, explicou o policial civil José Magalhães.

Depoimentos fortes, de pessoas que foram protagonistas do crime organizado no Rio de Janeiro, e, hoje, após cumprirem pena, estão reabilitados e participando de projetos da ONG AfroReggae, impressionaram a plateia. O debate mediado por Magalhães teve a participação de Ziquinho, Tuchinha, João Paulo e Daniela, ex-membros de facções criminosas conhecidas no Rio de Janeiro, e do ex-miliciano Robson.

Mylena Elisa, de 14 anos, aprovou a iniciativa. “Conhecer essa realidade foi importante em todos os sentidos. Foi uma boa troca de experiência e uma oportunidade de dar conselhos para os jovens”, disse.

EU CUIDO, EU INVENTO – Os alunos da Escola Municipal Vereador Pedro Moreira dos Santos foram os vencedores do concurso “Rio das Ostras: Eu Cuido, Eu Invento”, que estimula a valorização do patrimônio público. Os participantes reproduziram o Parque dos Pássaros em uma maquete.

O estudante do Imero, Luiz Gabriel Tinoco, foi o vencedor da categoria desenho. Ele criou uma proposta de Centro de Referência de Conhecimento Científico. “Rio das Ostras tem tudo para ser uma referência em educação”, opina Luiz.

Os vencedores receberam camisas, medalhas, kit para a escola. Os estudantes participantes viajarão para as cidades históricas de Minas Gerais.


O projeto do Programa do Orçamento Participativo Jovem de Rio das Ostras atraiu o interesse de outras prefeituras da região. Representantes da Prefeitura de Búzios e Macaé visitaram o Município no ano passado para conhecer de perto as atividades desenvolvidas em Rio das Ostras e levar a experiência bem-sucedida do projeto para suas cidades.
                                Clique aqui para ver mais fotos do evento