De olho em Rio das Ostras-RJ

De olho em Rio das Ostras-RJ

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Segundo Assessoria Jurídica do Prefeito Sabino Ele Continua no Cargo Porque a Decisão do TJ-RJ Ainda Cabe Recurso.

O prefeito Alcebíades Sabino recebeu com tranquilidade a decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro e se valerá dos recursos cabíveis para provar que não cometeu qualquer irregularidade.

O resultado não tem influência sobre o exercício do mandato. O prefeito permanece no cargo com todas as prerrogativas inerentes ao chefe do Poder Executivo.
O julgamento não declara inelegibilidade nem perda de direitos políticos, tendo em vista que não foi apontado ato doloso de improbidade.
Além dos recursos cabíveis, o processo depende do exame final do Superior Tribunal de Justiça – STJ e do Supremo Tribunal Federal – STF, instâncias que devem modificar a decisão de hoje, uma vez que existe jurisprudência francamente favorável que aponta para esse desfecho.

Informação  obtida por declaração do Advogado de Defesa Dr. Augusto Werneck enviada pela  SECOM (Secretaria de Comunicação do Município de Rio das Ostras.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Rio das Ostras é escolhida para integrar projeto internacional “Cidade Inteligente”

Município é o único do Estado selecionado para receber recursos para desenvolvimento de projetos sustentáveis 
                                                                                  Foto Divulgação.
Rio das Ostras está entre os 31 municípios do mundo que vão integrar o projeto de “Cidade Inteligente e Humana”. Somente 10 cidades foram escolhidas no Brasil e o Município é o único representante do Estado do Rio de Janeiro nessa lista. Os selecionados receberão recursos para o desenvolvimento de projetos em áreas como Mobilidade Urbana, Saneamento e Ambiente.

No País, a iniciativa é desenvolvida pela Sociedade Brasileira de Computação em parceria com a Comunidade Econômica Europeia (CEE), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Mcti) e Frente Nacional de Prefeitos.

Além de Rio das Ostras, no Brasil foram credenciados pela União Europeia e pelo Banco Mundial os municípios de Vitória (ES), Taquaritinga (SP), Recife (PE), Olinda (PE), Paulista (PE), Anápolis (GO), Colinas de Tocantis (TO), Brasília (DF) e Porto Alegre (RS).

 A implantação da chamada “Cidade Inteligente e Humana” cria um ecossistema participativo e acessível de inovação urbana, possibilitando à Administração Pública, cidadãos e associações locais trabalharem todos juntos.

Para o presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, Andre Gomyde, o objetivo do projeto é criar práticas que forneçam um estilo de vida sustentável e promovam a troca de experiências em inovação em toda a cidade. “Queremos pensar no futuro. Vamos incentivar uma gestão pública eficiente e eficaz, que seja conectada com o cidadão”, explica.

A secretária de Ciência e Tecnologia e Inovação de Rio das Ostras, Eronei Leite, destacou a importância da participação popular na moldagem do projeto do Município. “Este modelo permite ao governante manter uma relação de confiança e interação direta com a sociedade, recriando e despertando valores da comunidade como um todo, para o bem da Administração Pública e da própria sociedade”, enfatizou.

 Desde setembro de 2014, Rio das Ostras faz parte da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas. O grupo foi oficialmente criado durante solenidade de assinatura da “Carta de Vitória”, na capital Vitória, uma espécie de protocolo de intenções que formaliza o compromisso das cidades com o desenvolvimento tecnológico e social.

A ideia ao juntar o pensamento acadêmico da universidade com a política pública do Município busca elaborar uma estratégia voltada para a realização de um desenvolvimento sustentável para a cidade e seus cidadãos.

Em Rio das Ostras, o dinamizador do projeto será o Polo universitário da Universidade Federal Fluminense (UFF), por meio do Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT).

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Prefeitura de Rio das Ostras solicita reforço de policiamento ao Estado

Município busca ampliar o patrulhamento nas ruas da cidade e se antecipa à movimentação da alta temporada. 
Reconhecendo o importante trabalho desenvolvido pelas polícias Civil e Militar em Rio das Ostras, o prefeito Sabino enviou ao Governador Luiz Fernando Pezão um ofício marcando o bom serviço prestado pelas corporações e solicitando ampliação no número de policiais lotados na cidade. O objetivo da Prefeitura é atender à crescente demanda do Município, que registra uma das maiores taxas de aumento populacional do País, e se antecipar à intensa movimentação da alta temporada.

A proposta da Prefeitura é ampliar o efetivo de policiais civis e militares e garantir a permanência dos 80 policiais formados pela Companhia de Práticas Pedagógicas da Polícia Militar sediada no Município. Também foi solicitado oficialmente o incremento da frota de veículos à disposição das guarnições.

“A polícia tem realizado grandes apreensões de drogas e armas, trabalhando incessantemente no combate ao crime. Porém, a população cresce e as demandas de Segurança também se ampliam”, explica o prefeito Sabino.

Em seu ofício de resposta, o chefe de gabinete da Secretaria do Estado de Segurança, Marcelo Souza, informou que o efetivo atual do 32º Batalhão da Polícia Militar, responsável pela Segurança em Rio das Ostras, Macaé, Casimiro de Abreu, Quissamã, Conceição de Macabu, recebeu um reforço de 67 policiais militares em estágio prático operacional e mais 40, oriundos do Comando de Polícia Pacificadora. O Batalhão conta hoje com 839 homens para atender sua área de abrangência.

O documento descreve ainda que, em 2014, mais seis inspetores foram incorporados à equipe da 128ª Delegacia de Polícia Civil e que novos profissionais devem ser direcionados à delegacia de Rio das Ostras tão logo os alunos concluam o curso de Oficial de Cartório. O representante da Secretaria de Segurança finaliza o documento informando que o Governo do Estado vai promover novos concursos públicos para ingresso de mais policiais.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Empresas Privadas Viabilizam a Realização do Jazz&Blues Festival de Rio das Ostras-2015!


 O Rio das Ostras Jazz & Blues Festival, um dos melhores festivais do gênero da América Latina, registrou nos últimos dois anos altos índices de aprovação e credibilidade no mercado, o que possibilitou um crescimento bastante positivo dos investimentos da iniciativa privada.

Este principal evento turístico de Rio das Ostras chega à 13ª edição em 2015 e acontecerá entre os dias 20 e 23 de agosto com quase 100% de patrocínio da iniciativa privada e terá a Prefeitura Municipal como apoiadora. Entre as atrações internacionais já confirmadas estão Roy Hargrove, Omar Hakim, Matt Scholfield, Carolyn Wonderland, Dwayne Dopsie, Robben Ford e Incognito.

Segundo a organização do Rio das Ostras Jazz & Blues, o cenário econômico atual apenas agilizou o processo de redução da verba pública no orçamento do evento. A alternativa encontrada para realizar o festival com orçamento menor e sem alterar a qualidade musical, foi diminuir em cinco dias a programação e reduzir o número de palcos de cinco para quatro, mas o importante foi garantir que toda a programação continuará gratuita.

O esforço para a realização do Rio das Ostras Jazz & Blues vai além do aspecto cultural. O festival é um importante ativo para a cidade e chegou a injetar mais de R$ 11 milhões na economia em consumo e prestação de serviços durante o período do festival no ano passado, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas - FGV/RJ.

 O Rio das Ostras Jazz & Blues Festival conta com o patrocínio da Vallourec, Unimed, Viação 1001 e Suga Tudo Limpezas Industriais.

Alguns números da última edição do Festival– Pesquisa FGV/RJ – 2014
·         Foram injetados mais de R$ 11milhões de reais na economia de Rio das Ostras em consumo e prestação de serviços
·         O Festival foi aprovado por 99% do público presente
·         97% do público pretende retornar em 2015
·         Acesso de 62 países pela internet e WEB.
·         Foram feitos cerca de 11 mil downloads em mais de 40 países, por meio do aplicativo do Festival
·         Cerca de 90 mil pessoas acessaram o Festival pelas redes sociais (Facebook, Instagram e twitter) diariamente.
·         O sentimento (saúde) da MARCA atingiu 98% de avaliação positiva. 

sábado, 18 de julho de 2015

Homem mais velho do Brasil vive em Rio das Ostras!

Sorridente e de bem com a vida, “Seu Moacir” é um exemplo de vitalidade e contagia todos que têm oportunidade de conviver com ele. 
Qual será a fórmula para ultrapassar um século de vida? Será que existe algum segredo? Pelo jeito, o aposentado Moacir Gonçalves de Jesus, morador de Rio das Ostras, descobriu o caminho que leva à longevidade com qualidade de vida. Sempre bem-humorado, ele é um exemplo de vitalidade. Em 1901, quando ele nasceu, o mundo era outro, completamente diferente e sem a tecnologia que existe atualmente. Aparentemente o tempo passava bem mais devagar, sem o corre-corre da vida agitada.
Aposentado há 54 anos, “Seu Moacir” vive em Rio das Ostras há 2 anos desde que deixou Itamaraju, na Bahia, sua cidade natal, para morar no município que acolhe os idosos com projetos de valorização e qualidade de vida. Não é raro encontrar em Rio das Ostras outras pessoas com mais de 100 anos de idade.
Durante sessenta primaveras, Moacir tirou da terra o sustento. Como lavrador, ele cultivou, entre outras espécies agrícolas, o cacau que marcou um período áureo da economia baiana.  No último dia 8 de março, o senhor de fala tranquila e olhar firme completou 114 anos. Isso mesmo, mais de um século de vida. Como ele mesmo diz, “de muito trabalho e dedicação à família”.
O “Velho Moacir”, como o neto Elton da Silva Reis o chama carinhosamente, escolheu Rio das Ostras para morar em busca da qualidade de vida que a cidade oferece. “Meu avô merece o que há de melhor para uma pessoa que passou dos 100 anos e lá em Itamaraju, que é uma cidade afastada e com poucos recursos, a família não podia proporcionar mais conforto. Preferimos trazer ele pra cá para que tenha acompanhamento de saúde e mais assistência”, comenta o neto, destacando que toda família tem alegria de conviver com o aposentado. “Pai de 12 filhos, avô de 14 netos e com 30 bisnetos, ele é como um herói para nós”, fala emocionado.

 Integrante do Programa Feliz Idade, da Secretaria de Bem-Estar Social de Rio das Ostras, o aposentado esbanja saúde, tanto que os familiares garantem que Moacir não toma remédios.
 “A única coisa que incomoda seu Moacir é acordar cedo”, comenta em tom de brincadeira a secretária de Bem–Estar Social de Rio das Ostras, Rose Santos, destacando que uma equipe do Ministério da Previdência atestou que ele é o idoso com mais tempo de aposentadoria no Brasil.
Todo mês, uma assistente social da Prefeitura faz uma visita domiciliar e entrega um kit de leite ao aposentado. Uma forma de auxílio à família que cuida dele com muito carinho e dedicação. “Aqui no Feliz Idade temos mais de 2 mil idosos, inclusive outros que já chegaram ao centenário, como a dona Florisbela, que aos 102 anos de idade, é a alegria em pessoa. Quanto ao nosso querido Moacir, tenho a felicidade de tê-lo conosco e muita fé que ficará ainda por aqui por muito tempo”, diz Rose Santos.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Ação de combate à dengue reúne mais de 100 guardas sanitários em Rio das Ostras

 Mais de 100 guardas sanitários participaram de uma ação de combate à dengue no Palmital nesta terça, dia 14. Diante do aumento de casos suspeitos da doença na localidade, a Vigilância em Saúde promoveu um mutirão que incluiu vistoria aos imóveis, instalação de telas em reservatórios, coleta de pneus, aplicação de fumacê com caminhão e equipamento costal, e o mais importante, o trabalho de educação em saúde, a partir da orientação de moradores e comerciantes. No Palmital, como se trata de limite entre municípios, para garantir a eficácia do trabalho, a ação foi realizada em parceria com os agentes da Prefeitura de Casimiro de Abreu.
A ação intensifica o trabalho da Secretaria de Saúde, que é diário, no controle da proliferação do mosquito. Nessa operação especial, quase 1 mil imóveis, incluindo terrenos, foram vistoriados para identificar e eliminar possíveis criadouros do Aedes Aegypti. Os agentes seguiram pela estrada Velha de Rio Dourado, que separa os dois municípios.
O coordenador do Programa de Controle da Dengue de Rio das Ostras, Jorgito Pinheiro, explica que a Secretaria de Saúde acompanha permanentemente os números de caso da doença e índice de infestação em cada localidade. De acordo com o especialista, tão logo foi identificado um aumento nos números relacionados à doença no Palmital, a ação foi montada para conter a dengue.
“Monitoramos todas as localidades e começamos a observar um avanço da doença no Palmital. Assim, programamos uma operação especial, que intensifica nosso trabalho diário de vistoria aos imóveis e orientação aos moradores. Como se trata de área limítrofe com Casimiro de Abreu, convidamos o município a agir em conjunto conosco, ao mesmo tempo, para ampliar a eficiência do trabalho. É preciso cuidar dos dois lados”, explica Jorgito, lembrando que o mais importante é a educação em saúde. Mais de 90% dos focos de mosquito transmissor estão dentro das residências, mostrando aos moradores que eles são os principais responsáveis por manter a cidade livre do Aedes Aegypti.
Quem cuida do seu quintal colabora com a saúde de sua família e dos vizinhos. É o caso de Sebastião Freitas. Morador do Palmital há 24 anos, ele recebe bem a equipe da Vigilância em Saúde e procura seguir as orientações.
“Eles sempre vêm aqui, vistoriam todo o quintal e a casa e explicam como manter a dengue longe da gente. Eu tenho que tomar cuidado porque, como faço obras, estou sempre com galão e material aqui. Mas eu presto atenção pra não acumular água, não”, conta Sebastião.
Os agentes informam que, caso seja impossível eliminar reservatórios de água, é preciso que esses sejam mantidos fechados ou, ao menos, com as telas. Ainda que a água seja clorada, o cloro evapora em 48 horas e o depósito pode se tornar um criadouro do mosquito.

 Além do trabalho diário dos guardas sanitários no controle da dengue, este ano mutirões já foram realizados em Cidade Praiana, Cidade Beiramar, Operário, Peroba, Casa Grande, Extensão do Bosque, entre outras localidades. 


segunda-feira, 13 de julho de 2015

Rio das Ostras cobra presença da Odebrecht na renegociação da PPP


 A Prefeitura de Rio das Ostras está preocupada com a ausência da empresa Odebrecht no processo de renegociação da Parceria Público-Privada (PPP) de saneamento, assinada entre a companhia e o Município, em 2007. O contrato, que até sua conclusão pode retirar 1.7 bilhão dos cofres públicos, precisa ser renegociado para se tornar viável dentro do orçamento municipal. A Odebrecht enfrenta uma crise internacional, sofrendo investigações em vários países, como Peru, Equador, Portugal, Itália e no Brasil, o que resultou na prisão de seu presidente, Marcelo Bahia Odebrecht.

Desde o início da atual gestão, em 2013, que o Município vem buscando rever os termos contratuais da PPP junto a Odebrecht. Nesse período, gestores municipais já se reuniram algumas vezes com a empresa na Prefeitura e na companhia, em uma tentativa de acordo. No entanto, a Odebrecht optou por buscar a Justiça para manter o teor do contrato, insustentável para os cofres públicos.

Buscando manter o pagamento das parcelas inalterado, a empreiteira chegou a ganhar liminar, mas a Procuradoria Geral do Município conseguiu provar à Justiça que o contrato firmado, por meio da PPP, é lesivo aos cofres públicos. Em maio deste ano, o Presidente do Superior Tribunal de Justiça – STJ, Ministro Francisco Falcão, deu liminar favorável à Prefeitura de Rio das Ostras em ação contra a Odebrecht e reconheceu a validade da Lei Municipal nº 1890, de 2015, que limita em 15% o comprometimento dos royalties para pagamento da Parceria Público-Privada.

O Município contraiu uma dívida até 2024 com a Odebrecht Ambiental, desde a assinatura da Parceria Público Privada, em 2007, para implantação e operação do sistema de esgotamento da cidade. Atualmente, o pagamento das parcelas da PPP chega a comprometer quase a totalidade do valor recebido mensalmente pelo Município.

Os vários processos que pesam sobre a empresa podem estar tirando a atenção da Odebrecht da situação da PPP de Rio das Ostras.  No entanto, a Prefeitura está insistindo no contato. A equipe econômica do Município vem buscando, sem sucesso, reunir-se com os executivos da empresa na sede da companhia para chegar a um consenso.

 De acordo com reportagem do Jornal O Globo, do dia 8 de julho, a Odebrecht está sendo investigada no Brasil, na operação Lava Jato da Polícia Federal, e em mais seis países, Equador, Peru, Panamá, Portugal, Itália e Suíça. Segundo o governo peruano, a empreiteira teria entregado obras de rodovias em desacordo com as “normas técnicas e requisitos legais”.

Outros governos já mostram preocupação com seus contratos com a empreiteira, como a Colômbia, que pode suspender contratos com a Odebrecht caso a empresa seja condenada pela justiça brasileira. A empresa pode ainda ficar impedida de participar de obras públicas naquele país por 20 anos, de acordo com a reportagem.

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Encontro entre idosos e profissionais de transporte contribui para humanizar serviço.

Iniciativa foi proposta durante Conferência do Idoso, que destacou importância da garantia da gratuidade e outros direitos 
                                                              Foto: Mauricio Rocha-SECOM
 Nesta terça, 7, a Prefeitura de Rio das Ostras e a empresa de ônibus que atua no Município promoveram um encontro entre os idosos do projeto Feliz Idade, da Secretaria de Bem-Estar Social, e os trabalhadores do Transporte Público. O objetivo foi sensibilizar os profissionais de transporte para as necessidades e direitos dos passageiros idosos, como a garantia da gratuidade, e estreitar a relação entre os usuários dos ônibus e os motoristas e trocadores. A proposta foi levantada durante a I Conferência Municipal do Idoso, realizada no mês passado.

O grupo foi recebido pelos funcionários da companhia de transporte para um café da manhã. No encontro, os motoristas receberam o Estatuto do Idoso e entregaram rosas aos idosos. Os integrantes do Feliz Idade também conheceram as instalações da empresa.
“Deve haver uma maior sensibilidade dos profissionais do transporte público, de forma que seja garantida, entre outros direitos dos idosos, a gratuidade nos ônibus. Atualmente, o Projeto Feliz Idade conta com cerca de 2 mil assistidos, que precisam do transporte público para ter acesso às atividades e serviços oferecidos pela Prefeitura”, lembrou a secretária de Bem-Estar social, Rose Santos.
                                                                   Foto:Mauricio Rocha-SECOM
 Após uma reunião entre a secretária Rose Santos e o diretor da empresa de ônibus, Carlos Rocha, ficou estabelecido um contato permanente entre os integrantes dos projetos sociais da Prefeitura, como pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, para aprimorar o serviço de transporte, de acordo com a necessidade dos diferentes públicos.
Nesta terça, cerca de 40 idosos visitaram as instalações da empresa, quando tiveram a oportunidade de conhecer melhor os serviços oferecidos e a estrutura da companhia.
A equipe da empresa mostrou aos idosos como funcionam os sistemas instalados nos ônibus, como o de acessibilidade para cadeirantes e o circuito de segurança, que tem coibido os assaltos. “É muito importante ouvir os idosos e buscar esta interação para humanizar, de forma permanente, o serviço de transporte. Nossos funcionários recebem treinamento periódico para melhorar o atendimento à população e respeitar a Lei da Gratuidade”, disse o diretor da companhia.
O motorista Luciano Santos Silva reconheceu a relevância do encontro. “Depois desta reunião, nós motoristas teremos um olhar mais humanizado sobre os idosos e ainda seremos agentes multiplicadores deste aprendizado”.
 A empresa orienta os usuários que tiveram seus direitos desrespeitados ou que desejam reclamar quanto ao atendimento que anotem o número do veículo e registrem sua queixa junto à companhia, por meio do telefone (22) 2771-4415.

terça-feira, 7 de julho de 2015

Rio das Ostras começa a venda de estandes da Feira de Negócios

Mais de 100 empresas estarão no evento
entre 4 a 7 de setembro comercializando vários tipos de produtos, de artesanatos a construção civil 

Moda, beleza, artesanato, decoração, serviços, construção e cursos. Estes são alguns dos produtos e serviços que serão comercializados na Feira Rio das Ostras de Negócios - FRON, lançada na manhã desta segunda, 6, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Empresários se reuniram para conhecer o evento realizado pelo Sindicomércio em parceria com a Prefeitura de Rio das Ostras, que acontecerá entre os dias 4 e 7 de setembro, na Área de Eventos de Costazul.

Logo no primeiro dia da apresentação, a Feira teve mais de 100 interessados em adquirir espaço. Ao todo, serão 120 estandes com 9m² cada, podendo o empresário adquirir mais de uma unidade. No local também haverá praça de alimentação. Durante a Feira, o público ainda poderá participar de palestras e cursos na área de gastronomia, estética, saúde e bem-estar.

O evento tem como objetivo fortalecer o comércio local e beneficiar os consumidores, que poderão comprar produtos e serviços a preços especiais.

Na próxima quinta-feira, dia 9, às 10h, no auditório da Secretaria de Turismo, o Sindicomércio fará o sorteio da localização dos estandes entre os comerciantes que já assinaram o contrato, e também estará à disposição para atender os interessados em participar da Feira.

O estande também podem ser adquiridos na sede do Sindicomércio Rio das Ostras, na rua Paranaíba, 53, Extensão do Bosque,
(22) 2764-1008. Para mais informações, o interessado pode se dirigir à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, de segunda a sexta, das 8h às 18h, na praça Prefeito Cláudio Ribeiro.

O prefeito Sabino esteve no lançamento e falou da importância de eventos deste gênero, que movimentam a economia da cidade com potencial de geração de emprego e renda.

“Qualquer empreendedor que nos trouxer uma boa ideia de negócio terá nosso apoio. Precisamos fomentar as iniciativas que partem dos empresários e das instituições que os representam. Mesmo diante de um cenário econômico complicado, Rio das Ostras atrai o interesse de investidores importantes como redes de hotéis e grandes empreendimentos”, afirmou.

A Feira Rio das Ostras Negócios é uma realização do Sindicomércio – Sindicato do Comércio Varejista, em parceria com a Prefeitura de Rio das Ostras, Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL e Associação Comercial e Industrial - Aciro. A organização é da Open Brasil, com o apoio do Rio das Ostras Convention & Visitors Bureau.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Magno da Mata Reassume a Secretaria de Serviços Públicos de Rio das Ostras.

Atual Secretário de Serviços Públicos de Rio das Ostras Magno da Mata.
O senhor Magno Antônio Pessanha da Mata é de novo Secretário de Serviços Públicos em substituição ao vice prefeito Gelson Apicelo.
Esta é a sua segunda passagem como Secretário no governo do atual Prefeito Sabino, a primeira foi quando o seu antecessor Gelson Apicelo deixou o cargo para concorrer a um posto na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro na última eleição.
A atuação de Magno da Mata foi muito elogiada por todos e com muita humildade nunca escondeu a preocupação de substituir o Gelson Apicelo e dar continuidade ao trabalho que ele vinha fazendo  que deu destaque a Secretaria de Serviços Públicos e levou a mesma a se destacar com uma das mais atuantes do governo do município.
O Cidadão Riostrense por Mérito Municipal em 2010 por seus serviços prestados à Cidade de Rio das Ostras, Magno da Mata é possuidor de um currículo invejável e tem acumulado elogios nas passagens anteriores nos cargos ocupados e por tudo isso mereceu a confiança do Prefeito Sabino para estar à frente mais uma vez de uma das mais importantes Secretarias de Rio das Ostras.
Magno da Mata assumiu a chefia do DETRAN Rio das Ostras em 1999 quando o número de carros emplacados era de apenas 950 até o ano de 2002 quando o número passou para 12 mil carros emplacados.
Foi chefe do CIRETRAN em Macaé de 2012 à 2003 que contemplava  os municípios Macaé, Quissamã, Carapebus, Conceição de Macabu e Rio das Ostras, e logo depois assumiu o cargo de Agente de Desenvolvimento local do Governo do Estado do Rio de Janeiro, foi Diretor de documentação na Secretaria extraordinária de Governo - PROURBE na  Prefeitura Municipal de Rio das Ostras, Assistente II no Departamento de Controle de veículos oficiais - DCVO - Prefeitura Municipal de Rio das Ostras entre 2009 e 2011 atuou como - Assessor na Câmara Municipal de Vereadores de Rio das Ostras, recentemente atuou como Subsecretário de Serviços Públicos na Secretaria Municipal de Serviços Públicos, com essa vasta carreira o atual Secretário Magno da Mata finalmente volta como titular da pasta na Secretaria de serviços Públicos, para segundo ele mesmo afirma, trabalhar como sempre fez e pra isso está na Secretaria diariamente à partir das sete horas da manhã.  
“Pra mim é uma honra está substituindo o Vice Prefeito Gelson Apicelo e quero dar continuidade ao trabalho que ele vinha realizando a frente da Secretaria de Serviços Públicos e não posso deixar que o nível atingido pela a nossa Secretaria junto à população de Rio das Ostras venha cair”

“Vamos manter o mesmo trabalho que foi desenvolvido por ele buscando manter o padrão de atendimento à população e se possível melhorar cada vez mais o trabalho que ele começou e que sempre priorizou atender o povo da melhor maneira possível”, encerrou o atual Secretário Magno da Mata.

domingo, 5 de julho de 2015

Rio das Ostras recebe 73 milhões a menos de royalties em relação a 2014!


Perda orçamentária foi ainda maior, já que Município previa receber cerca de R$ 210 milhões e recebeu menos R$ 126 milhões no período. 
Carlos Alberto Sanches Representante da ANP explica queda dos repasses em Reunião no mes passado-Divulgação 
Rio das Ostras continua acumulando perdas nos repasses dos royalties.  Neste primeiro semestre, a Administração Municipal registrou uma queda de quase 47% no repasse, em relação ao mesmo período de 2014. Foram R$ 73,1 milhões que deixaram de entrar nos cofres públicos nos primeiros seis meses de 2015.  
 A perda orçamentária foi ainda maior, já que Município previa receber cerca de R$ 210 milhões e recebeu menos R$ 126 milhões no período; uma queda de 60,13% nos royalties.
  Os números mostram que a Cidade registra uma queda contínua nos repasses nos últimos três anos.
Em 2012, o Município recebeu de repasse, no primeiro semestre, R$ 183,17 milhões. Em 2013, esse montante caiu para R$ 166,7 e, em 2014, a cidade recebeu R$ 156,6 milhões, no mesmo período. Agora, em 2015, o repasse de royalties registra a maior queda dos últimos anos, chegando a casa dos R$ 83,5 milhões.
 A queda agrava ainda mais a crise financeira enfrentada pela cidade, que vem tentado equilibrar o orçamento para cumprir com seus compromissos financeiros e manter a qualidade dos serviços públicos oferecidos à população.

sábado, 4 de julho de 2015

Grupo Vilarejo Divide Lucros de Suas Lojas com Instituições Filantrópicas!


Monique Mello-Diretora Administrativa do Grupo Vilarejo-De Olho em Rio das Ostras
 De Olho em Rio das Ostras recebeu o convite e compareceu ao Coquetel de Lançamento do Projeto “Viver Melhor Vilarejo” que se realizou na noite desta quinta feira dia 02 de julho, no Vilarejo Home Center no bairro Sol e Mar em Macaé-RJ.
 Estiveram presentes a este evento de ação social diversas autoridades, empresários   locais e da região e imprensa em geral que vieram prestigiar essa iniciativa do Grupo Vilarejo que há 33 anos vem sedimentando a sua marca servindo sempre produtos de qualidade e gerando empregos à população nos ramos de hotelaria e Lojas de Materiais de Construção.
O “Viver Melhor Vilarejo” é um Projeto de vida que vai realizar campanhas e ações que destina parte do faturamento de todas as lojas da Vilarejo, à importantes instituições sociais que ajudam a melhorar a vida de milhares de pessoas nas cidades onde a Vilarejo está presente no mês de aniversário de cada cidade.

Abrindo a Campanha “Viver Melhor Vilarejo” o Hospital São João Batista será o primeiro beneficiado por ocasião do aniversário de emancipação do Município de Macaé.
O Hospital da Irmandade de São João Batista, com seus 143 anos de existência além de um valor histórico, tem contribuído muito com a saúde em Macaé e região. Por exemplo, a instituição abriu as portas para o projeto pedagógico da Universidade Federal Fluminense (UFRJ), para que os alunos desenvolvam atividades focadas em atendimento clínico.
Outra importante ação no setor, desenvolvido dentro do hospital é a implantação do Centro Oncológico onde os pacientes com câncer de Macaé poderão contam com os serviços do Centro de Tratamento Oncológico.
O Hospital está focado na realização de intervenções cirúrgicas e já realizou algumas de alta complexidade, como a videolaparoscopia, artroscopia, artroplastia de quadril e de ombro, bariátrica (redução de estômago), bucomaxilofacial, e intervenções cardíacas em adultos e crianças.
Dr.Luiz Porto-Provedor do Hospital São João Batista-Macaé-RJ
O provedor do Hospital, Luis Porto, acredita que com a ajuda de todos  a missão de gerir a instituição será mais fácil e prazerosa e disse:
“Agradeço como cidadão macaense, médico e integrante da atual diretoria, o envolvimento e comprometimento do todos responsáveis por esse evento tão significativo e importante para a recuperação e reestruturação do hospital e gostaria que outros empresários seguissem o exemplo do Grupo Vilarejo e promovessem ações deste tipo para que possamos manter o Hospital São João Batista servindo à todos que dele dependem”. Disse o Dr. Luiz Porto.

Ao de Olho em Rio das Ostras o Provedor Luiz Porto agradeceu mais uma vez ao Grupo Vilarejo e fez uma pequena demonstração da importância do Hospital São João Batista para a população de Macaé e região:
 O Grupo Vilarejo que possui o seu escritório central e sua base administrativa em Rio das Ostras onde contribui com 350 empregos diretos começou há 33 anos com o Hotel Fazenda de Conservatória e há dez anos inaugurou o Vilarejo Paria Hotel de Rio das Ostras.

Com suas lojas de matérias de construção em várias cidades da região como: Rio das Ostras, Macaé, Cabo Frio e Campos o Grupo Vilarejo tem prosperado muito e se preocupa com o meio ambiente e vem contribuindo com instituições que praticam trabalhos que visam o bem estar da população como é o caso do Hospital São João Batista de Macaé e promete repetir essa campanha nas outras cidades onde a Vilarejo se faz presente no mês de aniversário das mesmas.
Na apresentação do Projeto “Viver Melhor Vilarejo” a Diretora Administrativa do Grupo Vilarejo, senhora Monique Mello fez questão de destacar o orgulho e a satisfação que a empresa tem em contribuir com Instituições que se dedicam ao bem estar da população com suas ações filantrópicas e convidou outros empresários para seguirem o exemplo do grupo:

                                 Veja mais fotos do evento.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Rio das Ostras reinaugura Museu de Sítio Arqueológico Sambaqui da Tarioba!

                                                  Fotos:De Olho em Rio das Ostras-RJ
 Uma boa oportunidade para riostrenses e turistas conhecer uma das mais importantes unidades histórico-culturais de Rio das Ostras, o Museu de 
Sítio Arqueológico  Sambaqui da Tarioba, o único nesse molde no Brasil até o momento e o visitante pode conhecer um pouco mais da história dos primeiros habitantes do Município.
Na tarde desta terça feira, 30 de junho foi realizada a cerimônia de reinauguração do museu de Sítio Arqueológico Sambaqui da Tarioba que passou por uma remodelação, uma melhoria nas instalações e uma melhor distribuição das peças expostas para proporcionar ao visitante mais conforto e acessibilidade.
 Para compor a tribuna de honra foram convidadas as seguintes personalidades:
Taciane Valadares, assessora de preservação da memória; Denise Chamum, Museóloga; Juber De Deco, arqueólogo e diretor do projeto; Jorge Pinheiro, Diretor da Casa da Cultura e do Museu; Padre João Engelho, coordenador   das unidades culturais; Mário Marcelo, Vice Presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura; Cosme dos Santos, Presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura e o Prefeito Sabino.
Compareceram a cerimônia desta tarde histórica diversos Secretários entre eles: Andrea Machado, Secretária Municipal de Educação; Wayner Fajardo, Secretário Municipal de Obras; Maurício Figueiredo, Secretário de Planejamento, Urbanismo e Habitação; Nivaldo Talon, Secretário de meio ambiente, agricultura e pesca; João Batista Esteves Gonçalves, Secretário de Fazenda além de estudantes e representantes da sociedade civil organizada.  
Descoberto e demarcado em 1967, por uma equipe do Instituto de Arqueologia Brasileira (IAB), o sítio acabou perdendo dois terços de seu tamanho original devido à expansão imobiliária que atingiu a região a partir da década de 70. Sua redescoberta só aconteceria, por acaso, 30 anos depois, em 1997, quando uma lâmina de machado foi encontrada na raiz da jaqueira na rua situada atrás do quintal da mais antiga casa colonial da cidade, onde está instalada a Casa de Cultura Bento Costa Júnior.

O Museu mostra o cotidiano de uma comunidade de sambaquianos em Rio das Ostras, que vivia da caça, da pesca e coleta, reconstituído em uma maquete com 6m² , que  foi restaurada pelos seus idealizadores, os artistas plásticos Roberto Sá e Clara Arthaud. A obra retrata como era a área do sítio na época e hábitos dos sambaquianos.
O acervo, como restos alimentares (conchas e ossos de pequenos animais),  ferramentas líticas (pedras, quebra coquinhos e lâmina de machado) estão à mostra.                                                                           


 Outra peça de valor artístico e histórico para o museu é o busto do homem do sambaqui, uma reconstituição feita pela artista plástica Clara Arthaud que reproduz as feições de um integrante daquela comunidade e que foi feito a partir de um dos crânios encontrados no local.
Além do material pré-histórico, o Museu ainda possui bens coletados de outros cinco sítios históricos encontrados na cidade entre os anos de 1999 e 2002, como uma urna Tupiguarani e uma lamparina greco-romana, esta última encontrada no terreno da própria Casa de Cultura Bento Costa Júnior, além de outros materiais históricos. 
As peças passaram por uma higienização e estão expostas nas vitrines ou nas escavações, que contam também com três enterramentos.

 Manter viva a história do município é um compromisso da Administração que, por meio da Fundação de Cultura, trabalhou com arqueólogos, historiadores e profissionais especializados para ampliar o acervo e melhorar a comodidade do público nas dependências do museu.
Entre as novidades encontradas no espaço estão à adequação de medidas de acessibilidade para pessoas com deficiência nas dependências do museu e uso de pantufas pelos visitantes, disponíveis no local, para preservar o piso revestido de madeira. A fachada também está de cara nova com uma Programação visual que conta com fotos ampliadas da maquete.
Idealizado pelo artista plástico Valdemar Francischetti, o painel de 13 metros, que retrata o meio ambiente da época em que os Sambaquis habitavam a região, foi restaurado pelo próprio artista.                                                                
O Presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura, Cosme dos Santos usou as suas palavras para enfatizar a preocupação dele e do Prefeito Sabino em devolver a população este que é o maior patrimônio histórico do município: 

“O Museu de Sítio Arqueológico Sambaqui da Tarioba sempre foi nossa prioridade. Mas, por ser uma obra diferenciada em se tratando de um patrimônio cultural de Rio das Ostras, de um acervo de difícil manejo que demandava a presença de técnicos para que também não houvesse danos à escavação, a obra demorou mais do que o previsto”.
“A Prefeitura sempre primou pela preservação da memória da cidade” destacou Cosme dos Santos.

Cosme dos Santos falou ao De Olho em Rio das Ostras e deu detalhes das mudanças realizadas nas instalações do Museu:




O Prefeito Sabino fez uma viagem ao passado ao lembrar-se da Rio das Ostras da Época que ele ainda criança tirava frutas dos pés onde hoje é a Casa de Cultura Dr. Bento Costa Junior e o Museu arqueológico e nas redondezas e falou da importância desse monumento para o nosso município:

“Esse é um trabalho extremamente relevante e gostaríamos de ter hoje aqui a cidade inteira”.
“Não há uma inauguração mais importante como essa e nem mesmo uma reinauguração tão importante como essa nem mesmo um hospital que se inaugure numa cidade, nem mesmo uma escola ou uma quadra de esportes, muito menos uma praça pública deveria receber o prestígio que nesse momento dedicamos aqui, porque aqui estamos garantindo que a história permaneça cinco mil anos de história estão registrados aqui”.

“Essa importância que a gente precisava dar, os políticos, os profissionais, professores, jornalistas, pessoal das associações de moradores, os vereadores, os pastores, os padres todo mundo deveria está aqui porque aqui é a única possibilidade de garantirmos a nossa sobrevivência, garantindo o respeito a história, a memória, aqui pode ficar parecendo uma tentativa q de criarmos mais um equipamento turístico e acaba sendo um importantíssimo equipamento turístico, mas aqui sobre tudo é a nossa certidão de nascimento, aqui está registrada a identidade desta cidade, como isso começou”.

Ao De Olho em Rio das Ostras o Prefeito Sabino falou da satisfação de reabrir  o Museu ao Público e fez um convite a todos fazer uma visita:


                           Veja mais fotos do evento!