De olho em Rio das Ostras-RJ

De olho em Rio das Ostras-RJ

sábado, 23 de março de 2013

Rio das Ostras participa da Hora do Planeta Contra as Mudanças Climáticas!


 
As principais capitais do mundo e milhares de cidades mergulharam na escuridão na noite deste sábado por ocasião da "Hora do Planeta" contra as mudanças climáticas.
O evento propôs a milhões de pessoas, em mais de 150 países, um apagão de 60 minutos na noite deste sábado, às 20h30 no horário local, para realizar um alerta simbólico de apoio ao planeta.
O protesto deixou as escuras o Kremlin, em Moscou, a Torre Eiffel, em Paris, o Portão de Brandenburgo, em Berlim, os muros de Dubrovnik, na Croácia, a Alhambra de Granada e a Porta de Alcalá em Madrid, entre muitos outros pontos turísticos.
.No ano passado, mais de 150 países participaram deste que é o maior evento ambiental do mundo, e o movimento deste ano seduziu outros países como a Palestina, Tunísia, Suriname e Ruanda.
Na Austrália, onde a campanha foi lançada pela organização World Wildlife Fund (WWF), a Ópera de Sydney e o porto da baía de Sydney foram um dos primeiros monumentos em todo o mundo a apagar suas luzes.
"O que começou como um evento em Sydney em 2007 com dois milhões de pessoas, tornou-se uma tradição em todo o país e ao redor do mundo.
A 'Hora do Planeta' é um sinal de que há milhões de pessoas em todo o mundo que querem unir forças para um determinado assunto de interesse mundial.

No Brasil, o Rio de Janeiro apagou as luzes do Cristo Redentor e da praia de Ipanema, Brasília deixou a Esplanada dos Ministérios às escuras e São Paulo desligou a iluminação de vários monumentos, como o Teatro Municipal, o Obelisco do Ibirapuera e o estádio do Pacaembu.


 Em Rio das Ostras As luzes da Sede da Prefeitura de Rio das Ostras e da Fundação Rio das Ostras de Cultura foram apagadas entre 20h30 e 21h30. O ato simbólico marcou a Hora do Planeta no Município. 
Um "Luau à luz de velas" foi  realizado na Casa de Cultura com música e poesia.
O evento promovido pela Secretaria do Ambiente, Sustentabilidade, Agricultura e Pesca tem apoio da Secretaria Municipal de Educação, da Fundação Rio das Ostras de Cultura e do Projeto Leitura Viva. 
Reuniu um grupo considerável de pessoas interessadas nas questões que atingem o planeta de diversas camadas da sociedade Riostrense, membros de várias secretarias, artistas e cidadãos comuns que fizeram questão de dar seu contributo com textos, versos e poemas alusívos ao tema.


Clique aqui para ver mais fotos do evento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário