De olho em Rio das Ostras-RJ

De olho em Rio das Ostras-RJ

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Rio das Ostras realiza capacitação para guardas sanitários sobre zika e chikungunya



 
A Secretaria de Saúde de Rio das Ostras realizou nesta quinta-feira, dia 10, oficina de capacitação para mais de cem guardas sanitários, na Escola Municipal Maria Teixeira de Paula, no Jardim Campomar. O objetivo foi orientá-los sobre o surgimento de casos de zika e chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegytpi. A oficina foi ministrada pela enfermeira Jorgina Araújo, da Vigilância Epidemiológica do Município.

De acordo com o coordenador da Vigilância em Saúde, Maycon Prata, o encontro irá transformar os guardas sanitários em multiplicadores de informações sobre estas doenças para a população. “Precisamos reforçar o trabalho com a proximidade do verão e o aparecimento do zika vírus. Para ampliar a cobertura, nossas equipes hoje realizam até as 21h visitas aos imóveis de Rio das Ostras, no combate ao mosquito Aedes Aegytpi”, destaca.

Na oficina de capacitação, também foram abordados os sintomas da microcefalia e da Síndrome de Guillain-Barré, possíveis consequências do zika vírus. Presente ao encontro, a secretária de Saúde, Ana Cristina Guerrieri, lembrou que a microcefalia não é causada apenas por este vírus. “Há várias outras doenças que podem causar a microcefalia. O que chamou a atenção do Ministério da Saúde foi o aumento do número de casos de microcefalia em diversos estados brasileiros. Vale lembrar que crianças prematuras nascem com a cabeça menor e depois se desenvolvem”, enfatiza.

A guarda sanitária Débora Caxias elogiou a iniciativa da Prefeitura. “Precisamos de informações para tranquilizar a população e mobilizá-la no combate ao mosquito”, ressalta.

“Verificamos que os moradores estão muito preocupados, sobretudo com o surgimento de casos de zika. Tudo é muito novo e precisamos nos capacitar”, completa a guarda sanitária Vânia Souza.


GRÁVIDAS –
 No encontro, a enfermeira Jorgina Araújo reforçou a necessidade de as grávidas ficarem mais atentas aos sintomas da zika. “Gestantes com manchas vermelhas no corpo devem procurar os serviços de Saúde do Município. Devemos nos precaver, sempre com informação”, explica Jorgina Araújo.

Ainda de acordo com a enfermeira, o Ministério da Saúde divulgou nota relatando que a Síndrome de Guillain-Barré pode estar associada ao zika vírus. “Tudo ainda está sendo analisado”, afirma.


DIA D -  
Neste sábado, a Prefeitura de Rio das Ostras realiza uma grande ação de combate ao mosquito Aedes Aegytpi, das 8h às 14h, na localidade do Âncora, com a participação de cerca de cem guardas sanitários.

Novas ações serão realizadas nos próximos dias, nas localidades que registram maiores índices de infestação no Município, como Nova Esperança, Nova Cidade e Cidade Praiana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário